Pare de jogar dinheiro fora!

É isso mesmo que você leu. Pare de jogar dinheiro no lixo!

Algumas pessoas querem começar a investir ou poupar para algum objetivo de curto-médio prazo mas simplesmente não conseguem porque ignoramuma grande máxima dos especialistas em finanças: para poupar é preciso economizar!

Eu sei, eu sei, economizar não é a coisa mais agradável domundo e muita gente torce a cara quando falamos em economia. Mas a matemáticanão mente: se você tem 10 laranjas e come todas as 10 laranjas seu saldo seráde 0 laranja. Para que tenha sobras é necessário comer menos de 10.

Não estou dizendo pra você comer menos (embora algumas pessoasprecisem) nem pra você diminuir seu padrão de vida e de consumo para economizar,afinal de contas essas etapas vêm quase que naturalmente quando passamos atomar os primeiros cuidados com nosso dinheiro. É uma consequência da tomada deconsciência, digamos assim.

Esse cuidado é o de não jogar ele no lixo, quase queliteralmente.

Eu já li muitos livros de finanças de diversos especialistasno assunto e uma coisa é quase unânime entre eles: seu dinheiro tem que ter um propósito! Como assim? Simples, se vocêpaga por algo deve existir um sentido ao fazê-lo.

Veja essa situação que aconteceu comigo:

Outro dia fui tomar um sorvete com meu namorado e o atendenteperguntou se ele queria cobertura extra por mais 1 real, ele respondeu sim epagou. Até ai tudo bem. O problema é que meu namorado não é muito chegado emcobertura de sorvete, logo comeu só a massa e deixou toda a cobertura no fundodo pote.

Perceba que ele, por impulso, pagou por algo que jogou foradepois? Pois é.

Pague somente o que fazsentido pra você!

Por exemplo: você destina uma parte de seus ganhos àalimentação sua e de sua família, logo esse dinheiro destinado a isso tem opropósito de alimentá-lo(s).

Se você coloca gasolina no carro, a grana que paga essagasolina tem o propósito de te levar de um lugar ao outro, seja por motivos denecessidade ou por prazer mesmo.

Acontece que uma parte desse dinheiro é simplesmente jogadafora. Quer um exemplo? Darei alguns:

Tarifas bancárias: Se você não excede frequentemente ouso do pacote de serviços essenciais oferecido pelos bancos não tem porquêpagar essas tarifas, é um dinheiro que você dá pro banco de graça, em troca deum serviço que você não usa ou não precisa.

 Anuidades de cartões em geral: alguns até trazem vantagens comoacúmulo de milhas aéreas e tal, mas se você não usa esses benefícios não vale apena manter cartões com anuidades caras. O que vale a pena é colocar na balançase o valor pago compensa os serviços que são retornados a você.

Desperdício de comida e produtos: Se na sua casa ou nos locais que você frequenta têm-se o hábito de jogar comida ou produtos fora eu tenho uma péssima notícia: alguém está jogando, literalmente, dinheiro no lixo. Sem contar os impactos ambientais (matéria-prima usada na confecção de bens desperdiçados) e sociais (pessoas que passam fome enquanto grande parte da sociedade joga comida no lixo). Então pensa bem antes de deixar aquela panelona de arroz fora da geladeira, sabendo que ela pode estragar com o calor, ou de jogar meio pote de shampoo fora, desperdiçar folha de sulfite, ou deixar luzes acessas desnecessariamente. Você ou alguém paga por isso.

Coloque avisos na sua casa para se lembrar de economizar recursos.
Coloque avisos na sua casa para se lembrar de economizar recursos.

Assinaturas e coisas quevocê não usa: Sabeaquele colega que assinou Netflix simplesmente porque a turma inteira usa oserviço, mas que ele assiste uma vez por mês e olhe lá? Então, essa pessoa jogadinheiro fora também! O mesmo vale pra assinatura de TV a cabo, versão premiumde aplicativos, clubes e pacotes de lazer que não são utilizados comfrequência, casa de praia ou de campo que são visitadas pouquíssimas vezes aoano, pacotes de associados em geral etc.

A maioria dessas coisas não é necessária manter fidelidade por meio de assinaturas ou contratos se você não usá-las realmente.

Coloque na ponta do lápis pra saber se é um bom negócio

Você sabe quanto gasta com coisas desnecessárias?

Faça as contas e analise se o seu dinheiro está sendo bem empregado, ou seja, se você paga por coisas que de fato são benéficas pra você. Se há desperdícios eles precisam ser enxugados até se extinguirem e é necessário um acompanhamento constante para evitar que eles voltem a surgir.

Eliminando esses gastos desnecessários da sua vida você vai perceber que já sobra uma quantia bacana pra começar a poupar e investir para seus objetivos.

Com o tempo nos tornamos mais críticos com o destino quedamos ao nosso dinheiro e um olhar mais econômico se torna um hábito automático,saudável e até prazeroso. Nesse estágio, economizar deixa de ser uma coisachata e passa a ser motivador, pois nos aproximamos mais de nossos sonhosgraças às nossas economias.

Então se você quer poupar mas não sabe por onde começar ou acha que é impossível fazer sobrar algum dinheiro faça um detox financeiro e veja o tanto de desperdícios que podem se tornar sobras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s